Radiações não-ionizantes que podem nos afetar:

​​​​​​​- Zona Tectônica (rupturas, fraturas, descontinuidades nas rochas).
- Água Subterrânea em movimento em subsolo e em zonas tectônicas.
- Torres de microondas – Análise das ERBs – Estações Rádio Base da telefonia celular em zonas urbanas, no que se refere à densidade de radiação e ao quanto estão afetando os seres vivos.
- Alta Tensão: presença de alta tensão nas proximidades das residências e de edifícios: afetam o sono das pessoas, em nível celular.
- Campos elétricos e magnéticos induzidos em locais fechados (residências, prédios) por radiações eletromagnéticas não ionizantes.

My Image

Radiações ionizantes que podem nos afetar:

- Gás Radônio emitido pelas rochas (concentrações anômalas de elementos radioativos ionizantes, naturais nas rochas, por alteração, principalmente rádio e tório, elementos radioativos naturais da Tabela Periódica).

Trabalho realizado consiste: diagnóstico e correção dos locais afetados por anomalias microvibratórias emitidas, principalmente, pelos agentes emissores acima destacados.

Análise da arquitetura e geometria dos locais de estudos.

Esse trabalho pode ser aplicado em locais com plantações, com animais confinados, principalmente nos locais com radiações ionizantes. Há uma melhora geral quando reequilibramos esses locais. Os animais são sensíveis às radiações não-ionizantes e ionizantes como: cavalos – ficam nervosos e agitados; os porcos são sensíveis às radiações. Cachorros tendem a sair dos locais irradiados, quando é possível. Os mamíferos em geral são sensíveis às radiações, depois vem as aves, enquanto que os répteis e anfíbios e peixes são menos sensíveis, mas não significa que não sofrem os efeitos anômalos do meio ambiente.  

My Image

Faça um diagnóstico e tratamento energético das pessoas e locais

As pessoas não sabem mas a energia dos locais influenciam nossa vida cotidiana. As vezes a pessoa não dorme direito, fica desequibilibrada e possivelmente doente. Fazem exames médicos de todos os tipos, como ressonância magnética, análises químicas de sangue, e outros inúmeros exames e nada constam de anormal. Nesse momento é importante analisar o local de residência para verificar se existem anomalias nocivas.


Esse tipo de análise é executada por um radiestesista especializado a partir de um diagnóstico da pessoa e do local (residência) e indicação do tratamento adequada.


Na Alemanha, há mais de 100 anos, é comum esse tipo de análise preventiva, ainda na fase microvibratória, antes da fase química, onde os problemas aparecem em nível macro.
Veja o artigo: “Radiestesia como uma ciência aplicada à geobiologia”, em Matérias.


Se você deseja fazer um diagnóstico energético de sua familia, local de trabalho e residência, entre em contato com o Prof. Marcos.